Diabetes aumenta risco de problemas oculares

Doença é responsável por cerca de 20% dos casos de cegueira irreversível.

Silenciosa e traiçoeira, o diabetes é uma das patologias que mais preocupa os oftalmologistas, pois atinge diretamente a saúde ocular, podendo levar uma parte expressiva dos pacientes à cegueira irreversível. Especialistas estimam que 95% dos casos poderiam ser prevenidos se a população tivesse conhecimento sobre a relação entre a doença e a visão.

Segundo a médica oftalmologista, colaboradora do Departamento de Retina do ICB Oftalmologia, Andréa Cavalieros, a principal razão da perda de visão é o fato da doença ter uma evolução silenciosa - que muitas vezes só é percebida quando os danos já não podem ser revertidos. “No caso da retinopatia diabética, por exemplo, as mudanças na visão são gradativas, o que muitas vezes camufla a gravidade do problema".

A retinopatia é uma doença complexa e progressiva, que afeta a retina e pode levar à cegueira. “Quando o paciente tem diabetes, os vasos sanguíneos perdem a sua permeabilidade, extravasando fluídos e provocando edemas na retina. Além de aumentar as chances de hemorragia, também pode causar infiltrações no globo ocular”, explica a médica.

A patologia pode se apresentar de duas formas: não proliferativa e proliferativa. Em ambos os casos, a retinopatia pode levar a perda da visão. De acordo com a especialista, somente por meio de exames, como o de fundo de olho, é possível identificar a doença.

“O procedimento é classificado como obrigatório e precisa ser realizado pelo menos uma vez ao ano em toda pessoa com diabetes do tipo 1 e tipo 2. Gestantes que desenvolvem diabetes gestacional também devem ser acompanhadas", adverte a oftalmologista.

Além do problema, a doença também aumenta as chances do paciente desenvolver precocemente a catarata e o glaucoma, ou ter algum tipo de oscilação na visão. “Isso está, muitas vezes, relacionado às grandes flutuações da glicemia. O bom controle da taxa glicêmica em pacientes com diabetes adia o início e a progressão das doenças provenientes da patologia”, garante Andréa.