óculos eletrônico para vista cansada mudam de grau ao toque de um botão

Uma nova engenhoca pode substituir as lentes multifocais e bifocais: óculos eletrônicos movidos a baterias recarregáveis. Os óculos lançados nos EUA, têm lentes de cristal líquido e são indicados para pacientes com hipermetropia ou “presbiopia-vista cansada”.

Os óculos prescritos para leitura, têm uma desvantagem: quando o usuário olha para baixo, a lente que amplia letras pequenas pode deixar fora de foco objetos mais distantes. Isso pode distorcer a visão quando se desce uma escada, por exemplo.

Nos óculos eletrônicos, as baterias transmitem uma corrente para mudar a orientação das moléculas no cristal, alterando a graduação das lentes. O paciente liga ou desliga o modo para leitura quando precisar, apenas tocando na lateral da armação. Os óculos chegarão ao mercado norte americano este ano e o preço varia de  US$ 1.000  a 1.200 US$.

No Brasil não há experiência com lentes assim, segundo o Dr. Paulo de Arruda Melo. “o conceito parece perfeito”, diz. Mas, segundo ele, é preciso analisar questões como, durabilidade, custo-benefício, conforto e nitidez.